Medo do Fracasso - blog de psicologia Melkberg - sucesso - fracasso - superar - medo - fraqueza - falhas - ansiedade - errar - erros

Medo do Fracasso

Em uma cultura onde o sucesso é supervalorizado a todo tempo, o fracasso é terrivelmente temível e indesejável. Você tem medo de fracassar? Vergonha de errar? Para adquirir novos conhecimentos ou oportunidades é preciso se aventurar, se jogar sem medo do desconhecido, o que significa assumir riscos. Permita sentir a incerteza e o desconforto. Ninguém aprende só acertando, é preciso tentar, errar, recomeçar!

Os erros de quem só enxerga o sucesso

O fracasso verdadeiro é quando não aprendemos nada com nossos erros. Nada adianta nos culparmos e permanecermos calados em sofrimento, lide e aceite suas falhas. É inevitável chegar ao sucesso, sem experimentar um dose do fracasso. Não é possível dar certo sem tentar, e não é possível tentar sem dar margem ao erro. O fracasso visto como fraqueza está na ansiedade e consequente desistência antes de obter os resultados desejados.

Os erros são sentidos de forma tão incômoda e inaceitáveis aos olhos de uma sociedade irrealista que preza o perfeccionismo em tudo. Porém, só sabemos o que é perfeição conhecendo a imperfeição, o que é o acerto conhecendo o erro, e o sucesso conhecendo o fracasso. Insistimos muitas vezes em não reconhecer que até mesmo as mentes mais geniais já falharam, enxergamos pessoas que alcançaram o sucesso e não procuramos saber como foi toda a trajetória até o objetivo final. O brilho parece ofuscar a valorização dos esforços, as tentativas e os erros. Há muito medo que esse monstro invisível surja no meio do caminho. Imersos em vidas superficiais e entediantes, distante dos sonhos, escutando discursos que só falam sobre o sucesso, vendo o tempo passar e nada a se fazer, a se enfrentar, pois já se sente um incapacitado antes de dar o primeiro passo. A real derrota está nesse tipo de infelicidade e numa vida vazia que acredita em histórias falsas que vendem sonhos inatingíveis, ilusórios sem protagonistas reais.

A satisfação de um belo trabalho vem do esforço e não propriamente da conquista. Às vezes, precisamos de anos de persistência para obtermos os resultados positivos. A sua experiência que vai te ensinar mesmo que seja lentamente o que recebe por pagar o preço de errar. O fracasso não precisa ser a fonte do lamento. Quem já sentiu, sabe como pode ser amarga, dolorosa, intensa e frustrante essa sensação, mas surpreendentemente também consegue ser benéfica para o desempenho pessoal, quando aprendemos com nossos próprios erros e não fomos somente vítimas de injustiças. A experiência de fracasso deve ser combatida com determinação, coragem e vontade de superação.

Tenha metas atingíveis, realizáveis, pois senão você pode abrir as portas para a Síndrome do Fracassado. Quando não se alcança objetivos a curto e longo prazo, a sensação permanente de ter falhado, sentir que não há possibilidades de conquistar mais nada, afeta o presente e permanece sonhando com um futuro que não se chega. Isso se deve a motivos reais e também imaginários. O resultado é a permanente insatisfação consigo mesmo e com a vida. Uma reação quase sempre esperada é mergulhar na frustração, renúncia e abandono. Uma das experiências mais desmotivadoras que alguém pode viver, onde a pessoa se sente inútil, deprimida, sem capacidade de se superar. O vício em álcool e outras drogas pode se tornar uma rota de fuga e até mesmo o desejo de sumir.

Como superar o fracasso?

Diante de um fracasso, há aqueles que se sentem completamente derrotados e desanimados com tudo, e aqueles que tiram forças da fraqueza, superam e logo estão prontos para o próximo desafio. O fracasso não é o fim do mundo, nem precisa ser o final daquilo que falhou. Uma pessoa insegura pode entrar em colapso emocional diante de pequenos erros considerados exageradamente como grandes falhas, a ansiedade aumenta, tornando-a incapaz de se conter, tudo de negativo que guardou pode vir à tona e piorar a situação. Inseguros necessitam de maior apoio externo (de amigos próximos) para superar os momentos de fraqueza.

Cada um elabora o seu fracasso de maneira única. Existem pessoas que saem mais fragilizadas e pessoas que se transformam em mais resilientes. Ao levantar de uma queda, não olhe para trás no sentido de ocupar o seu tempo remoendo o problema, olhe para frente e encontre outras possibilidades para solucionar o seu problema atual. Faça novas escolhas!

O mais adequado é analisar o fracasso e descobrir as causas. Talvez você tenha estabelecido metas exageradas, tenha investido pouco esforço e preparação, ou até tenha exigido muito de si e não deu conta. E não há nada de errado nisso, aceite o fracasso. Se concentre agora em reconhecer as suas falhas para corrigi-las da melhor forma, superar essa situação e planejar novas estratégias de comportamento e ação. Está em suas mãos permitir ou não que o fracasso se instaure de forma permanente.

Se você deseja mais dicas de como superar o fracasso e entender melhor o seu medo e ansiedade de falhar, comente aqui embaixo. Até a próximo, pessoal! :)

3 comentários em “Medo do Fracasso”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s