Foi Apenas Um Sonho – Resumo E Crítica Do Filme

Premiado diretor de “Beleza Americana”, Sam Mendes traz de volta a dupla DiCaprio-Winslet, que não atuavam juntos desde “O Titanic”. Desta vez, os atores entram em cena numa atmosfera dramática e carregada de ironia, estamos falando de “Foi Apenas Um Sonho”, um filme baseado no romance “Revolutionary Road” de Richard Yates (1961), tornando-se um sucesso, rendendo o Globo de Ouro de Melhor Atriz em Drama para Kate Winslet

Frank e April estão bem distantes da convencionalidade dos subúrbios. No entanto, é exatamente isso que os irrita quando compram uma casa em Connecticut. Ele trabalha 10 horas por dia em um emprego que odeia enquanto ela, uma dona de casa na década de 1950, anseia por realização e paixão. Rebelando-se contra o tédio de suas vidas, o casal planeja uma fuga que vai por à prova seus limites.

Foi Apenas Um Sonho - Resumo E Crítica Do Filme - blog de psicologia Melkberg - casal - foi apenas um sonho - crítica - resumo - filme - Frank - louco - ser louco - sonho - verdade - vida

resumo e crítica do filme: “foi apenas um sonho”

O filme “Foi Apenas Um Sonho” está longe de ser leve, denunciando algumas verdades que muitos não estão dispostos a ouvir e nem enxergar, mesmo que estejam enfrentando essa realidade todos os dias. Sendo assim, irei pontuar algumas das conclusões que podemos chegar através dos intensos diálogos…

Foi Apenas Um Sonho - Resumo E Crítica Do Filme - blog de psicologia Melkberg - casal - foi apenas um sonho - crítica - resumo - filme - Frank - louco - ser louco - sonho - verdade - vida

Poucos se importam realmente com você, na verdade, todos não estão fazendo o que gostariam, se você for uma exceção e estiver fazendo tudo pela sua cabeça, eles te pressionam, para que você não os abandone na mediocridade que uma vida pode levar, no pleno vazio sem qualquer esperança.

Apenas fazendo a roda do capitalismo girar, nenhuma empresa a qual trabalhou lembrará de você, sua vida irá passar em vão. Quem tem coragem de largar tudo para viver o que deseja? Ou se arriscar ainda mais, deixando tudo para traz para descobrir o que te faz feliz…

Esse casal nada convencional irá ousar e deixar todos desesperados, seus vizinhos suplicam em silêncio para o casal em sintonia desistir dos sonhos que pretendem realizar em breve, sentir o medo e pensar que estão ficando loucos, apenas por viver em livre arbítrio.

Foi Apenas Um Sonho - Resumo E Crítica Do Filme - blog de psicologia Melkberg - casal - foi apenas um sonho - crítica - resumo - filme - Frank - louco - ser louco - sonho - verdade - vida

Com a rapidez do tempo, da vida, não percebemos para aonde estamos indo e temos dificuldades de descobrir quem realmente somos e quem nos tornamos.

Frank (Leonardo DiCaprio) nunca quis levar uma vida igual ao seu pai, devido a pressão de ser um homem bem sucedido como ele havia sido, mesmo que nada daquilo o atraísse, Frank acabou seguindo o mesmo rumo e aos trinta anos não sabia quem estava vivendo a sua própria vida, pois aquele não era mais ele. Na empresa diziam que se ele aceitasse uma promoção no emprego seria um orgulho para seu falecido pai. Será que o pai ficaria orgulhoso do filho viver uma vida que não era autêntica com seus próprios desejos?

A repressão que todos vivenciam calados para não decepcionar ninguém, por temer o fracasso ou até temer o sucesso. Vivendo vidas vazias, sem sentido, sem pertencer a nada.

Se ser louco significa viver a vida como se valesse a pena, então não me importo de sermos totalmente insanos.

O que é ter uma mente sã? O que é ser louco? A linha entra a sanidade e a loucura é tênue. Quem dá as regras? Você segue, todos seguimos. Estamos errados? No final acabamos fazendo o que a vida nos exige e essa vida não nos corresponde. Não somos personagens principais em nossa história, pois não a conduzimos o tempo inteiro.

Nós vivíamos pela verdade. Sabe o que a verdade tem de bom? Todo mundo sabe o que é, mesmo tendo vivido sem ela. Ninguém esquece a verdade! Apenas mentem melhor. 

Foi Apenas Um Sonho - Resumo E Crítica Do Filme - blog de psicologia Melkberg - casal - foi apenas um sonho - crítica - resumo - filme - Frank - louco - ser louco - sonho - verdade - vida

Questões importantes e tabus são discutidos. O que é ser homem? O que é ser mulher? O que é ser louco? O que é ser normal? Existe um limite para corresponder com as nossas vontades? Quando devemos deixar ou não o outro tomar decisões por nós? Um filme essencial para nos compreendermos, fala sobre escolhas, consequências, liberdade, carreira, casamento, filhos e etc.

É hora de procuramos ajuda para você achar sentido em sua vida.

Foi Apenas Um Sonho - Resumo E Crítica Do Filme - blog de psicologia Melkberg - casal - foi apenas um sonho - crítica - resumo - filme - Frank - louco - ser louco - sonho - verdade - vida

Pessoas infelizes vivendo uma mentira, pessoas encaixadas numa forma esperada. Como uma loucura compartilhada, o casal não estava sendo leal com nada e com ninguém. Por vezes, o psicólogo é recorrido como uma espécie de guia para auxiliar a encontrar um caminho que está bem na frente de seus clientes, mas eles não o seguem e não enxergam esse caminho pelo medo da escolha e pela falta de coragem, pois já esqueceram sua essência e deixaram de lado aquilo que um dia julgaram seguir, ser e sentir.

trailer do filme: “foi apenas um sonho”

2 comentários sobre “Foi Apenas Um Sonho – Resumo E Crítica Do Filme

Deixe uma resposta para O Miau do Leão Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s