A Fraude e Outras Histórias, de Nikolai Leskov - psicologia, arte & cultura - Melkberg - Leskov - contos - histórias - A Fraude - Alexandrita - Nikolai Leskov - A Fraude e outras histórias - a voz da natureza - sonata a kreutzer - kótin - Platonida

A Fraude e Outras Histórias, de Nikolai Leskov

Juntamente com Homens interessantes e outras histórias, esta é a primeira coletânea de contos de Nikolai Leskov (1831-1895) publicada no Brasil. Esse o volume traz seis contos que refletem as mudanças sociais, situações históricas vivenciadas pela Rússia e as experiências do escritor de fama tardia, que deixou uma obra diversificada, incluindo novelas como Lady Macbeth do distrito de Mtzensk (1865), e uma grande quantidade de narrativas curtas com marcas fortes de oralidade e de conto popular, que explora os limites entre a magia e a realidade.

Esta única edição de A Fraude e outras histórias, por Nikolai Leskov, foi lançada pela Editora 34 em 2012, com tradução direto do russo por Denise Salles que entrega ótimas notas, nos auxiliando a compor os diferentes cenários. Além disso, esse livro ainda conta com o acréscimo de excelentes ensaios e estudos críticos sobre os seis contos literários do século XIX e sobre a vida de Nikolai Leskov.

Realidade e Fantasia, uma viagem pelo reino de Leskov

Nikolai Leskov nasceu dia 16 de fevereiro de 1831, na pequena cidade de Gorokhovo, província de Oriol. Enquanto morou no interior da Rússia, ele frequentava a casa, especialmente, a rica biblioteca da senhora A. N. Zinovieva, sobrinha do escritor Príncipe Massálski. Essas visitas proporcionaram ao autor muito material para leitura e inspiração, do qual ele leu quase tudo. Leskov dedicou os primeiros anos de sua produção literária a passar para o papel todas lendas orais campesinas que conhecia. 

O reconhecimento do escritor se deu pela inconfundível forma de narrar suas histórias ao retratar personagens com humanismo e fidelidade, sem deixar de lado a fantasia. Em carta para Leskov, Tolstói afirmou: “A verdade pode realmente ser mais emocionante do que a ficção, e você com certeza é um mestre desta arte”. Esta declaração é uma pequena síntese dos seis contos deste livro, que são: “Kótin, o provedor, e a Platonida”, “Águia Branca”, “A Voz da Natureza”, “A Fraude”, “Alexandrita”, e “A Propósito de A Sonata a Kreutzer”. Em A Fraude e outras histórias, a vida russa é retratada com uma vivacidade rica de cores e sons, sem prejudicar o fluxo da leitura.

Publicados entre 1867 e 1890, os seis contos abordam as tradições e costumes russos de vários estratos da população. Há realismo, mistério, conto de fadas, crendices, magia, ciência, tudo isso explorando os mais variados temas, como: restrições sociais, superação da condição imposta, vivência na margem da sociedade, orfandade, solidariedade, funerais, assombrações, costumes militares, corrupção, funcionalismo público, os tribunais que atacam as posições mais fracas, naturalização do adultério, a questão feminina, as tensões étnicas nos confins do império russo e o poder misterioso das pedras. O leitor interage com a história como se estivesse vendo o drama se desenrolar na sua frente, Nikolai Leskov transforma o interior das casas russas em inúmeras palavras.

wp-1670689972261

Em 1957, Nikolai Leskov foi auxiliar de administrador de fazendas e conheceu os lugares mais remotos do território russo, convivendo com pessoas de todas as classes sociais, o que rendeu vários contos, expondo sua visão social sobre: a hipocrisia instalada dentro da família; os devotos da religião que praticam atos vergonhosos na encolha; as mulheres que ao mesmo tempo são tratadas como damas também são vítimas de violências doméstica; a corrupção que rola solta no funcionalismo público, assim como os políticos só trabalham para defender seus próprios interesses e não da população; e etc.

Contos 

KÓTIN, O PROVEDOR, E A PLATONIDA

Modelo de bondade, compaixão e pureza, o personagem de Kótin tem firmeza de caráter suficiente para escolher o caminho do bem, apesar de viver situações em que o homem encontra-se a um passo de praticar o mal. Estranho, incomum, fora dos padrões convencionais, ele é capaz tanto de acalentar e alimentar maternalmente as órfãs Glacha e Nilotchka que adotou, quanto de assumir o papel masculino de provedor do sustento da família. Em paralelo à história de Kótin, conhecemos Platonida, uma mulher bela e infeliz que se encontra vulnerável após a morte do marido nas mãos do cunhado e do sogro. 

ÁGUIA BRANCA

Direto de Petersburgo para o interior da Rússia, numa cidadezinha provinciana, espera-se a chegada do funcionário Galaktion Ilitch, designado para investigar a corrupção municipal. Segundo Andrei Nikolaievitch, filho de Leskov, teriam servido de inspiração ao autor, as irregularidades praticadas pelo governador da cidade russa de Penza, onde Leskov viveu de 1857 a 1860.

Neste conto sobrenatural, existem dois funcionários públicos: um é bondoso, mas sua aparência sombria assusta a todos, o outro também bondoso, é admirado por todos por sua beleza. Enquanto uns sonham em alcançar o sucesso, outros parecem mais iluminados e realizam facilmente seus desejos, entretanto se tornam alvos de inveja, e será que a inveja realmente mata? O final desta história fica à critério do leitor…

A VOZ DA NATUREZA

A voz da natureza retrata com vivacidade as características e costumes da população rural. Tudo se inicia com a viagem exaustiva de um príncipe, que resolve parar numa pequena cidade para descansar, porém o seu caminho se cruza ao de um misterioso e humilde homem que não diz seu nome, apenas conta que a voz da natureza irá revelar após ele pagar um dívida de gratidão ao príncipe. Percebemos nesta narrativa, o valor que a monarquia russa possuía aos olhos do povo que consideravam quase como deuses.

A FRAUDE

Trata da polêmica questão das diversas etnias presentes no território russo, evidenciando preconceitos contra judeus, moldávios, valáquios e romenos. Em “A fraude”, os militares russos enganam as moças das cidades por onde passavam, escolhendo as polacas e as kukonas como as preferidas, pois, segundo eles, essas tinham mais educação. Todos eles estavam em vantagem, até que um militar foi trapaceado por uma delas, ficando possesso de raiva.

ALEXANDRITA

Em carta a Mikhail Ivánovitch Piliáiev, autor de Pedras preciosas (1877), Leskov explica sobre sua vontade irresistível de escrever um conto fantástico-supersticioso, capaz de despertar a paixão pelas pedras preciosas e, junto com ela, também a fé em sua influência misteriosa. O narrador de “Alexandrita” viaja para as terras tchecas e nos revela os encantos da pedra Alexandrita, cujo nome recebeu em homenagem ao tsar falecido, Aleksander II. Descobriremos tudo sobre esse cristal requintado de cor verde intenso à luz do dia e sangrento pela noite, através do velho e místico Wenzel cuja intimidade com as pedras preciosas beira à loucura.

A PROPÓSITO DE A SONATA A KREUTZER

A inquietante história da “Dama do enterro de Dostoievski”, título inicialmente escolhido pelo autor, marca a posição de Leskov a respeito da questão feminina, tão discutida na literatura e na imprensa russa da segunda metade do século XIX.

“A propósito de A Sonata a Kreutzer” explora a infelicidade de um casal, cujo início ocorre em São Petersburgo e terá o seu desfecho fora do país, numa estação de águas estrangeira. Nesse romance as ideias parecem progressistas e tratam da causa do adultério e propõe uma solução imprevista. A obra de Leskov assume uma perspectiva distinta da novela A Sonata a Kreutzer, de Tolstói.

Os contos que mais gostei, foram: “Kótin, o provedor, e a Platonida”, “Alexandrita” e “A propósito de A Sonata a Kreutzer”. E vocês, conheciam esse escritor russo? Recomendo A Fraude e outras histórias, pra quem desejava se aventurar pelo reino de Nikolai Leskov e gosta de contos. Já li também Homens Interessantes e outras histórias e o próximo escolhido será Lady Macbeth do distrito de Mtzensk. Até a próxima, pessoal!

Ficou com vontade de ler?

Encontre aqui A Fraude e outras histórias, de Nikolai Leskov. Para saber mais detalhes, clique abaixo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s