Inocência

Vejo muitas pessoas desqualificando a inocência, atribuindo à ela um sinal de burrice. Porém, se pararmos e enxergarmos o lado positivo, é muito melhor haver pessoas inocentes ao nosso redor, pois elas são consideradas pessoas boas e que tem ainda a esperança no ser humano, o que torna uma virtude nos tempos atuais.

Quando você deposita confiança no outro, você acredita nele e isso tem o potencial para proporcionar mudanças positivas na sua perspectiva de vida e te surpreender para o bem. Se no mundo, só houvessem pessoas sem a tal da inocência, tudo seria mais difícil.

Ser uma pessoa inocente é um fator de combinação do tipo de personalidade, ambiente influenciador e uma escolha de atitude. Olhar o mundo com inocência proporciona uma leveza maior em sua perspectiva de vida, e isso não significa deixar sua responsabilidade própria de lado.

É lógico que, quem ainda traz a inocência dentro de si, tem maiores chances de sofrer uma decepção pelo excesso de bondade. O diferencial será como você vai usar sua experiência de vida à seu favor e não contra você ao criar barreiras. Sendo assim, pessoas que se julgam espertas devem respeitar uma atitude inocente, pois muito de nós já perdermos pelo menos parte dela, outros perderam toda após grandes decepções no decorrer da vida, resultando assim, na descrença total ao próximo.

Outro ponto importante, e que está passando desapercebido é o amadurecimento precoce das crianças ao serem influenciadas pelo contato através das mídias sociais e televisivas, em seu conteúdo impróprio para capacidade de discernimento delas. Muitas, com pouco tempo de vida, já estão deixando sua inocência para trás.

Se pelo senso comum, a melhor fase da vida é a infância, lembre-se que as crianças são em sua maioria inocentes, e como o mundo possui o potencial para estragá-las, devemos então, nos atentar e protegê-las.

Em seu significado, inocência é pureza, falta de culpa, o atributo da pessoa que não consegue cometer um ato ilícito; condição de quem não é culpado. Quando perceber que alguém lhe parece muito inocente, não amargue essa pessoa do mesmo modo que o mundo te amargou, mas valorize esse dom perdido por muitos.

Inocência - blog de psicologia Melkberg - vida - inocência - inocente - pessoas - mundo - ser - pureza

Em nosso cotidiano, estamos diante de muitas tentações e caminhos entre o certo e o errado, quem possui inocência sempre resisti e opta pelo correto, como um instinto e proteção de sua consciência moral, não causando nenhum dano ao outro.

Pessoas boas são autênticas, elas não deixam de ser como são, mesmo que não sejam respeitadas, por isso os inocentes são acima de tudo, sinceros consigo mesmos e com os outros, não fingem, mentem ou se mostram egoístas.

Cada um tem o livre arbítrio para acreditar e escolher seu melhor caminho para viver. A proposta aqui, foi ressaltar o lado bonito ser inocente, mesmo que vivemos num mundo repleto de espertos e malandros querendo ganhar vantagem em tudo e passando por cima de todos.

Agora, independente do seu grau de inocência que você possua, mesmo que for bem pouco, vamos recompor essa virtude dentro de nós, admirar, conservar nas crianças e brindar a pureza esquecida por muitos e viva a rara inocência!

Inocência - blog de psicologia Melkberg - vida - inocência - inocente - pessoas - mundo - ser - pureza

Que a gente siga cultivando um pouco da pureza, inocência e confiança que a gente tinha aos 8 anos, coisas que acabam se perdendo com a brutalidade do cotidiano. Se eu não sinto saudade da infância, é porque essa inocência de certa forma ainda preservo, porque sem ela ficamos muito ásperos em relação a tudo. Então, sigamos inocentes, mas sem deixar de curtir a magnitude de ser gente grande.

Martha Medeiros

Inocência - blog de psicologia Melkberg - vida - inocência - inocente - pessoas - mundo - ser - pureza

Anéis em prata 925, feitos à mão pela designer Isabela Campos, para conhecer mais o trabalho dela, clique aqui!

 

Um comentário sobre “Inocência

  1. Sonia Chalfun

    Vivemos uma época de insegurança onde impera a violência, sendo difícil preservar a inocência na criança e mais ainda encontrá-la em adultos . Julgando o ser humano bom por natureza cremos tudo ser possível,inclusive que adultos tenham boas lembranças de sua infância e que seus atos sigam conceitos adquiridos de uma boa formação familiar,que não se deixem levar por muita propaganda enganosa,que saibam discernir entre o certo e o errado.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s