Horas No Trabalho, Horas Para Dormir – Problemas Da Privação Do Sono

Quando não conseguimos dormir bem, recarregar as energia perdidas no dia anterior, o nosso corpo sente as consequências que a privação do sono pode provocar a curto e longo prazo, por isso a qualidade de sono e a qualidade de vida estão relacionadas. Tem muita gente que segue à risca aquele velho ditado “Deus ajuda a quem cedo madruga”, porém não adianta você permanecer o dia inteiro acordado, desejando a sua cama, sem se concentrar nas tarefas, afinal você acordou tão cedo, teve horas a mais para realizar suas atividades, mas o dia acaba não rendendo tanto quanto deveria.

Devemos valorizar mais o hábito de dormir, não estamos perdendo tempo quando estamos adormecidos, ao contrário, estamos ganhando mais energia para nos dedicar integralmente ao que nos propomos fazer no dia seguinte. Expressões como “Deus ajuda a quem cedo madruga”, nos fazem sentir culpados e preguiçosos de querer dormir um pouco mais. Antigas ideias já estão internalizadas, elas dizem que devemos ser produtivos a todo momento e a qualquer custo, isso se dá por uma sociedade que exige funcionamento 24 horas. Grandes metrópoles não dormem, ritmo frenético, rotina estressante, assim vivemos.

Algumas pessoas sentem-se descansadas e ativas durante o dia dormindo apenas 5 horas por noite, outras já necessitam de 10 a 12 horas de sono para se sentirem bem dispostas. Portanto, aquela regra que muitos ditam de que precisamos de 8 horas de sono não é verdadeira e os padrões de sono podem ser geneticamente influenciados. Na dúvida de quantas horas você necessita, basta apenas saber que o ideal é acordar com a sensação de que dormiu o suficiente para acordar bem.

Privados do sono, ficamos cansados, ansiosos e estressados, nossos corpos clamam por descanso. Tente permanecer acordado e certamente você perderá. A privação do sono afeta tanto a saúde física como mental, é só analisar pessoas que permanecem acordadas por vários dias para ver como elas se deterioram e entender a grande importância do sono.

Os distúrbios do sono são frequentes na população e se manifestam geralmente por má qualidade de sono, insônia, sono excessivo durante o dia, comportamentos anormais relacionados ao sono, dificuldade para dormir e acordar na hora desejada. “Os problemas de sono constituem uma epidemia global que ameaça a saúde e a qualidade de vida de mais de 45% da população mundial” afirma a Associação Mundial de Medicina do Sono (WASM).

Devido ao surgimento das lâmpadas elétricas, do ritmo de trabalho acelerado e das diversões sociais, os sujeitos em nações industrializadas estão preparados para dormir menos do que seus ancestrais faziam há um século. Pessoas que deveriam ir para cama às 21 horas, agora vão pelo menos às 23h.
Horas No Trabalho, Horas Para Dormir - Problemas Da Privação Do Sono - blog de psicologia Melkberg - corpo - dormir - horas - noite - privação do sono - problemas - qualidade de sono - qualidade de vida - sono - sono excessivo - trabalho
Arte visual de Daniel Arsham

Problemas Que Despertam A Privação Do Sono

Sociedade Competitiva

Em uma sociedade extremamente competitiva as pessoas são estimuladas a produzir cada vez mais, acumulando quantidades de horas de trabalho. Dessa forma, substituem o horário de dormir pelo trabalho que levam para casa e pelas jornadas extras, chegando mais cedo ou saindo mais tarde da empresa, além de trabalhar aos fins de semana.

Temos a falsa crença de que o profissional sempre ocupado é o mais competente, aquele que está disponível a qualquer momento para resolver tudo, na verdade esse profissional apresenta mais chances de cometer erros, devido à falta de concentração gerada pela privação do sono.

Excesso De Horas No Smartphone E Redes Sociais

Conectados desde o instante em que acordamos até a hora de dormir. O tempo que passamos em frente à tela do smartphone, verificando as redes sociais, vem roubando nossas horas de sono. Antigamente a vilã era a televisão, onde permanecíamos olhando até dormir, o que provocava a má qualidade de sono, agora levamos para a cama o smartphone, tablet e até notebook, checando e-mails, mensagens, comentários ou curtidas, um hábito prejudicial para saúde, pois a luz do celular bloqueia a produção da melatonina, hormônio que nos faz dormir, retardando o início do sono.

Distúrbios Do Sono

Se você sente sono excessivo e não tem conseguido dormir direito, isso pode ser sinal de algum distúrbio, como: Insônia, Apnéia obstrutiva do sono, Sonambulismo, Síndrome das pernas inquietas, Distúrbio de comportamento do sono REM, Bruxismo, Narcolepsia e etc. Os distúrbios do sono costumam ser a primeira manifestação de problemas de saúde, investigue as causas antes de mascarar esse “sintoma” com alguma medicação.

Antidepressivos 

Conforme concluíram Andrew Winokur e Nicholas Demartinis na revista Psychiatric Times, um dos efeitos duradouros dos antidepressivos que não está bem esclarecido é a alteração dos padrões normais de sono. A terapia com inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRs) parece ser a causa do aumento do período de latência para o início do sono e/ou maior número de despertares e microdespertares, provocando uma redução geral da qualidade de sono ao diminuir o sono REM (fase importante para a recuperação emocional e da memória). A retirada do medicamento também pode não ser tranquila, pois muitos pacientes sofrem de insônia.

Horas No Trabalho, Horas Para Dormir - Problemas Da Privação Do Sono - blog de psicologia Melkberg - corpo - dormir - horas - noite - privação do sono - problemas - qualidade de sono - qualidade de vida - sono - sono excessivo - trabalho
Arte visual de Daniel Arsham

Privação Do Sono Aguda E Crônica

Existem dois tipos de privação do sono, a forma aguda e crônica. A privação aguda do sono ocorre por um dia ou dois, por exemplo, quando a pessoa passa a noite inteira estudando na véspera da prova ou acorda muito mais cedo que o habitual para fazer uma viagem. A forma mais grave é a privação crônica do sono, que se estende por dias, meses e anos. Estudos mostram que problemas físicos, mentais e emocionais podem ocorrer em médio e longo prazo.

Grupo De Risco

As pessoas mais propensas a sofrerem com a privação do sono, são: funcionários que trabalham no turno da noite, jovens muito bem sucedidos com cargos de grande responsabilidade no trabalho, jovens estudantes que também trabalham; crianças com muitas atividades extracurriculares; e donas de casa com excesso de afazeres. Essas pessoas costumam ser mais ansiosas e controladoras.

O Papel Do Sono

O sono é controlado por áreas específicas do cérebro e está relacionado a eventos bioquímicos e fisiológicos do organismo, sendo também influenciado pelo comportamento. Muitas condições de saúde podem levar a alterações que prejudicam o seu sono, desde os maus hábitos que desregulam o relógio biológico até doenças neurológicas, psiquiátricas ou respiratórias.

Ainda não sabemos exatamente todas as razões pelas quais precisamos dormir, mas temos o conhecimento de que o sono é fundamental para a vida, ele é responsável por diversas funções do organismo como a regulação das funções endócrinas, restauração da energia e do metabolismo cerebral, a reparação dos tecidos, consolidação da memória e a aprendizagem. Além disso, diversos hormônios são liberados durante o sono e são essenciais para a saúde do nosso organismo, como os hormônios da tireóide, da saciedade alimentar, do crescimento e a testosterona. Por isso, quando não dormimos o suficiente, os sinais e sintomas começam a aparecer.
Horas No Trabalho, Horas Para Dormir - Problemas Da Privação Do Sono - blog de psicologia Melkberg - corpo - dormir - horas - noite - privação do sono - problemas - qualidade de sono - qualidade de vida - sono - sono excessivo - trabalho
Arte visual de Alicja Kwade

Ciclo Circadiano

Dormir é um comportamento fundamental para sobrevivência. Nosso corpo funciona de acordo com os ritmos circadianos, regulados pelos momentos de vigília e de sono. É o nosso relógio biológico. Quando começa a escurecer, a temperatura do nosso corpo diminui, e a redução da luminosidade induz a produção de melatonina, hormônio que prepara nosso sono.

Se você já viajou atravessando fusos horários e teve problemas de jet leg, percebeu claramente os efeitos da perturbação do ritmo circadiano. Seu ciclo circadiano depende do seus hábitos de sono. Trocar a noite pelo dia altera o nosso relógio biológico, porque o sono durante o dia não possui a mesma qualidade do sono da noite. Desse modo, não conseguimos o tempo suficiente para o descanso do corpo promovido pelo repouso e para a “limpeza” da mente feita pelos sonhos que são reparadores.

Estágios Do Sono

O sono é dividido em várias fases, sendo que cada uma delas apresenta um estágio fisiológico específico. Existem duas fases principais do sono: REM (Movimento Rápido dos Olhos) e NREM (Movimento Não Rápido dos Olhos).

O NREM corresponde a 75% do período do sono, sendo dividido em quatro estágios, apenas no último que chegamos ao sono profundo, antes disso podemos ser despertados mais facilmente. A fase do NREM é muito importante para o corpo, uma vez que é nela que ocorre a secreção dos hormônios do crescimento, sendo também essencial para a recuperação da energia física.

O REM é caracterizado pela intensa atividade cerebral, muito semelhante ao estado de vigília, nessa fase ocorrem os sonhos e a consolidação da memória e aprendizados. Se não dormíssemos, logo não sonharíamos e sem lembranças, viveríamos cada dia como se fosse o primeiro! Embora a fase REM não resulte em um descanso profundo, ela é importante para nossa recuperação emocional.

Horas No Trabalho, Horas Para Dormir - Problemas Da Privação Do Sono - blog de psicologia Melkberg - corpo - dormir - horas - noite - privação do sono - problemas - qualidade de sono - qualidade de vida - sono - sono excessivo - trabalho
Arte visual de Nobuo Sekine

Horas No Trabalho, Horas Para Dormir

Trabalhar de mais e dormir de menos não é vantajoso. Crescentemente, a população brasileira tem trocado as horas de sono pelos compromissos do trabalho, esse hábito é responsável por 60% da população estar dormindo menos horas que deveria.

Pela teoria da psicanálise freudiana, podemos concluir que a extensão da jornada de trabalho seria um fator repressivo imposto pelo princípio da realidade ao princípio do prazer. Sendo assim, menos horas de trabalho é o primeiro pré-requisito para a liberdade, liberdade esta que possibilita uma extensão de prazeres, inclusive, horas a mais para dormir.

A maior consequência de dormir pouco não é o sono excessivo, e sim um mal-estar generalizado. Nas atividades laborais, indivíduos que dormem por tempo insuficiente, apresentam: lentidão, diminuição da criatividade, irritabilidade, dificuldades na comunicação e relação com os colegas de trabalho, falhas de memória e concentração. O que prejudica a produtividade, aprendizado, estabilidade emocional e a capacidade de resolução de problemas.

Quando os lobos frontais estão sonolentos e são confrontados com situações inesperadas, geralmente induzem escolhas erradas. O trabalhador sofre um esforço maior para resolver suas tarefas, levando a uma situação de esgotamento físico e mental, mesma condição encontrada na Síndrome de Burnout, caracterizada pela privação do sono e pelas péssimas condições de trabalho que causam estresse.

Dormir o suficiente para acordar bem se tornou um privilégio que poucos usufruem. Se você consegue cochilar com muita facilidade em qualquer ambiente, não consegue ler um livro, assistir um filme, estar parado no trânsito… que já pega no sono, isso indica sonolência excessiva, ou seja, você pode estar sofrendo da privação do sono. Para verificar isso, faça o teste online disponibilizado pelo Instituto do Sono, aqui!

 

Em breve, vou disponibilizar um post explicando os 13 sintomas que a privação do sono pode provocar no corpo. Fiquem ligados *•*
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s